..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 27 de Setembro de 2020

Formação - Conheça quem foram os avós de Jesus

Conheça quem foram os avós de Jesus

Dia 26 de julho é o Dia dos Avós, uma data celebrativa relacionada à memória litúrgica de Sant’Ana e São Joaquim, os avós de Jesus.

 

 

Sempre comentamos sobre como deveria ter sido a atmosfera da Sagrada Família – Jesus, Maria e José. O clima de aconchego, amor e entrega ao Pai. Contudo, foi na casa de seus pais que Nossa Senhora recebeu muitos ensinamentos da cultura, das tradições judaicas e sobre como ser esposa e mãe.

 

 

 

Conheça quem foram Sant’Ana e São Joaquim, avós de Jesus, e qual a importância deles na Sagrada Família

 

 

Podemos viajar no tempo e imaginar a intimidade entre Maria e Ana, e a firmeza e segurança que a jovem poderia encontrar em seu pai Joaquim. Ela estava prometida em casamento quando recebeu o anúncio do anjo de que seria a Mãe do Salvador. Depois, veio o casamento com José e o nascimento do Menino Jesus.

 

 

 

 

 

Conheça quem foram os avós de Jesus

 

 

 

 

 

Nos acontecimentos narrados nos Evangelhos não há menções sobre Sant’Ana e São Joaquim, porém, com certeza, eles estavam por perto e acompanhavam a Sagrada Família. Desse modo, como fora grande a alegria deles no nascimento do neto!

 

Antes, talvez, uma certa preocupação, porque Maria partiu grávida para Belém, onde José faria o recenseamento da família. Uma viagem longa, e até voltar da Judeia à Galileia, região da cidade de Nazaré, Joaquim e Ana viviam a expectativa para conhecer o Menino.

 

Quando eles retornaram, que encontro bendito e feliz! Como esses avós tinham o coração dilatado de tanto amor e felicidade! Eles, que eram considerados estéreis e receberam a graça de conceber Maria, estavam vendo “O Fruto” e a perpetuação de sua família por todas as gerações!

 

E, conforme Jesus crescia, também aumentava o carinho e a dedicação pelo tão querido neto. Jesus também deveria ser um neto dedicado, respeitoso e amoroso para com os avós. Quanta humanidadeem Deus! Quanta lição para os tempos atuais!

 

Memórias de uma família e de um lugar que ainda estão vivos!

 

 

 

O lugar de origem de Ana

 

 

 

De acordo com uma antiga tradição, Sant’Ana nasceu na cidade de Séforis, capital da Galileia, a partir do ano 55 antes de Cristo, habitada sobretudo por judeus. A localidade está a cerca de 10km de Nazaré, e parte do território pertence, atualmente, ao Parque Nacional de Séforis, do Estado de Israel. 

 

Sua história data do primeiro século antes de Cristo, no período helenístico. O nome “Seforis” é derivado do hebraico “Zippori” pelo fato da cidade estar sobre a colina como um pássaro. A chamada “Pérola da Galileia” era uma região muito desenvolvida onde conviviam pacificamente pessoas de diferentes procedências culturais e religiosas e tido como um grande pólo de trabalho. Acredita-se que José e Jesus iam de Nazaré para Séforis quando da realização de algum de seus trabalhos.  


 

No início do cristianismo, admite-se que ali viveu uma comunidade judaico-cristã, que reconhecia Jesus como Messias. A tradição de Seforis ser o local de origem de Ana é confirmada pelos resquícios da igreja da época cruzada com três naves dedicadas a ela.

 

 

As ruínas desse templo estão no entorno do Parque Nacional, no terreno adquirido pela Custódia da Terra Santa em 1841. O santuário, por exemplo, conserva ainda em boas condições as absides e, em todo dia 26 de julho, o reitor da Basílica da Anunciação e também guardião do Santuário de Sant’Ana preside a Santa Missa da memória litúrgica de Sant’Ana e São Joaquim e em ação de graças por todos os vovôs e vovós!

Data: 26/07/2019

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2020 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.