..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 27 de Setembro de 2020

Formação - REZAR É O MESMO QUE FALAR COM DEUS ?

REZAR É O MESMO QUE FALAR COM DEUS ?

 

 

 

Rezar não é o mesmo que falar com Deus. É conversar com Deus e ouvi-lo. Deus é tudo e tem tudo. Precisamos de várias coisas na nossa vida: alimentação, vestuário, abrigo etc. Deus não precisa de nada. Ele é completo em si mesmo. Mesmo as nossas boas ações nada mudam em relação a Deus. No entanto, Ele tem um desejo muito grande: porque o ama, Ele espera, de todo o coração, que você também o ame. Deus quer o seu amor.


 

Estar com Deus

 



Se amamos alguém, queremos ficar com essa pessoa tanto quanto possível. Acontece o mesmo com Deus. Se amamos Deus, mesmo um pouco, queremos ficar com Ele, embora possamos não saber exatamente como fazer. A oração começa com um desejo de estar com Deus e de conhecê-lo. Nesse sentido, começa a formar uma relação, um vínculo de confiança com Deus. Esse desejo de estar com Ele é algo que Deus colocou em você, porque Ele também anseia por você.


 

Pedir é da graça

 



Podemos pedir a Deus qualquer coisa, como São Paulo disse: “Não vos inquieteis com nada. Apresentai a Deus todas as vossas necessidades através da oração e da súplica, em ação de graças”  (Fl 4,6). Jesus até disse que devemos ser persistentes nas nossas orações (Lc 18,1-8). A oração é muito importante.



A Bíblia está cheia de exemplos de pessoas que rezam. Se um cego não tivesse chamado por Jesus às portas de Jericó, não teria sido curado (Lc 18,35-43). E se uma mãe não tivesse implorado a Jesus por socorro, a sua filha não teria sido curada (Mc 7,25-30). Resumindo, o mesmo se aplica à oração, uma vez que Jesus diz a cada um de nós: “Pedi e vos será dado! Procurei e encontrareis! Batei e vos abrirão a porta!” (Mt 7,7). Mas há mais. Tal como acontece com outros relacionamentos, o que importa não é só dizer o que você precisa. Caso contrário, algumas notas com pedidos rabiscados, na porta da geladeira, seria tudo o que é preciso para fazer um casamento durar. Há também a necessidade de contato pessoal, comunicação e, acima de tudo, amor. Portanto, a oração é mais do pedir o que você quer: é a melhor forma de aprofundar a sua relação com Deus. Esta é a essência da oração.




Santa Teresa de Lisieux sobre a oração



Para mim, a oração é impulso do coração; é um simples olhar lançado ao céu, é um grito de reconhecimento e amor no meio da provação e alegria.

 


Ouvindo em silêncio

 



A oração é mais do que pedir coisas a Deus. Mais importante, é um momento para ouvi-lo. Há muitas maneiras de rezar. Quando rezamos, não devemos ser os únicos a falar. Senão, como podemos comunicar? Deus nos fala à sua maneira, mas podemos comunicar? Deus nos fala à sua maneira, mas podemos ter a certeza de que  Ele fala! Por vezes, pode ser difícil ouvi-lo, mas Deus se comunica conosco de uma maneira tão sutil. Ele é discreto e quer deixa-lo livre em tudo. Você pode escolher viver uma vida descuidada, sem prestar atenção a Deus, ou pode escolher estar em silêncio a fim de ouvi-lo. Quando foi pedido ao profeta Elias que esperasse por Deus, ele passou a noite numa caverna. Em primeiro lugar, ele ouviu uma forte tempestade passar em seguida, um terremoto e, depois, fogo e relâmpagos. Mas, em todo aquele barulho, Deus não estava presente. Então ele ouviu “uma brisa suave” (1Rs 19,12). O sinal da presença de Deus não era mais do que uma pequena brisa. No silêncio, na calma e na quietude é que você pode ouvir Deus. A escolha é sua: se você não quiser ouvir Deus, pode ignorar a sua voz e fingir que não está lá. Mas também pode escolher fazer algum tempo de silêncio para Deus, no meio da agitação de cada dia, e fazer o seu melhor para ouvir o que Ele está tentando dizer.

 


QUAL É A MELHOR MANEIRA DE REZAR ?

 


 



Todos podem rezar. Você pode rezar sozinho ou com os outros. Jesus também o fez. Todas as semanas, Jesus ia fielmente à sinagoga judaica para rezar em conjunto com outros judeus e para ler as Escrituras (Lc 4,16). Além disso, recolhia-se frequentemente sozinho para orar (Lc 5,16). Assim, fazia o que chamamos “oração pessoal”. Há várias maneiras de rezar. Você pode rezar com a Bíblia, como Pai-Nosso, com um terço e de muitas outras maneiras. É uma boa ideia tirar tempo para a oração pessoal quando você estiver sozinho com Deus. Não se preocupe com o que dizer. Use apenas as suas palavras. Você pode simplesmente dizer o que lhe vem à cabeça. Deus não se ofende com a maneira como dizemos as coisas. Ele está muito feliz que você esteja lá com Ele. De fato, Ele não gosta que falemos com Ele de uma forma muito complicada (Mt 6,7-8).

 


Quantas vezes e quando?

 


É ideia muito boa reservar algum tempo, todos os dias, para a oração pessoal. Desta forma, você pode construir verdadeiramente uma relação pessoal com Deus e partilhar cada dia com Ele, mesmo que não esteja sempre consciente da sua presença. Ao rezar, você dá a Deus a oportunidade de orientá-lo na direção certa. Você pode rezar a qualquer momento, dia ou noite. Ainda assim, muitas pessoas planejam a sua oração no início da manhã. Isso é inteligente, porque assim você não se arrisca a esquecer de rezar após todo o estresse de um dia agitado. Também ajuda a conectar o dia inteiro com a sua oração da manhã. O Apêndice 4 dá alguns conselhos sobre como rezar. É um bom hábito usar um outro momento, no final do dia, para rezar e refletir sobre todas as coisas boas que Deus lhe deu. Muitas vezes, isso é mais do que você consegue, inicialmente, compreender! Você pode também perceber se fez alguma coisa errada e pedir perdão por isso. E pode rezar pelas pessoas que conheceu durante o dia e pelos seus planos para o dia seguinte. Esta oração reflexiva ou “recordatória” é explicada no Apêndice 5.

 


Onde?

 


Você pode rezar em qualquer lugar: durante uma caminhada, no trem, na sua hora de almoço etc. Ainda assim, é bom escolher um lugar calmo para o seu tempo pessoal, diário, com Deus. Jesus disse: “Quando rezares, entra no teu quarto, fecha a porta e reza ao teu Pai ocultamente; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á” (Mt 6,6). Você pode rezar no seu próprio quarto, onde pode preparar um canto especificamente para a oração, decorando-o com um crucifixo, com a sua Bíblia, com um ícone ou com uma vela. Também pode rezar num lugar diferente. Talvez você saiba de uma capela que esteja aberta. Qualquer lugar é bom, desde que seja um lugar em que você se sinta confortável e não seja facilmente perturbado.

 


Por quanto tempo ?

 


A oração pode ser muito breve, como quando você pede  rapidamente a Deus: “Senhor, por favor, ajuda-me com esta tarefa difícil”. Mas para trabalhar na sua relação com Deus, você precisa de fazer um pouco mais do que isso. Tente dar a Deus cinco, dez ou até mesmo trinta minutos por dia. É importante determinar quanto tempo você vai rezar no início, e depois manter esse plano. Dar tempo para a oração é a parte mais importante da oração: dê algum do seu precioso tempo a Deus sem que existia uma “utilização” direta desse tempo.

Data: 24/04/2020

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2020 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.